Blog

Blog: 10 tipos de conteúdo para atrair tráfego e gerar resultados

Por Luciana Cecchini

O blog é um canal bastante útil para a estratégia de marketing de conteúdo de sua empresa. Além de compartilhar conhecimento, tem a função de atrair visitantes, gerar tráfego e leads, que podem vir a se tornar clientes.

Mas não dá para postar qualquer coisa. É preciso planejar-se para determinar temas expressivos e pertinentes, além de atentar-se à melhor forma de abordagem: qual o estilo de post; os formatos mais adequados (dependendo do assunto e do universo em questão); como e quando usar imagens e vídeos, enfim... São muitas possibilidades.

Listei abaixo 10 tipos de posts essenciais que, a meu ver, um bom blog precisa ter. Com profissionalismo, bom-senso e dedicação, garanto que os resultados serão excelentes:

  1. Textos educativos
    Relevância é a palavra de ordem (o Inbound Marketing já deixou isso muito claro!) e essa regra cabe muito bem aqui, aliás, é uma regra de ouro. Aposte em textos instrutivos e informativos, que partilhem conhecimento e eduquem seu público sobre matérias de interesse de sua área de atuação. Além de atrair tráfego, posicionando seu blog nas buscas do Google, ainda posiciona sua empresa como especialista no mercado.

  2. Listas
    A exemplo deste texto que você está lendo agora, listas costumam ser as queridinhas dos leitores, pois além de despertar a curiosidade, ainda têm fácil leitura, organizam as ideias e vão direto ao ponto (ou aos pontos!). Este formato é muito utilizado para dicas, dados, soluções e até apresentação de produtos ou ferramentas específicas de determinado nicho. E o melhor é que são simples de fazer: comece dividindo o tema em tópicos e defina como distribuirá as informações, da mais para a menos importante, da maior para a menor, por ordem cronológica, enfim, as possibilidades são infinitas e, com certeza, trazem audiência.

  3. Tutoriais
    Conteúdo no formato “Como Fazer” é sempre bem-vindo e as pessoas, de forma geral, adoram. Perfeito para ensinar determinada ação, passo a passo, esse modelo de postagem tem que ser descrito de forma que o leitor reproduza exatamente o que está lendo (ou assistindo, pois pode ser vídeo). Por isso, é importante estabelecer uma ordem cronológica para passar a ideia com facilidade, e abusar de imagens explicativas, ilustrações, print screens etc.

  4. Infográficos
    Compostos por ilustrações explicativas, os infográficos sintetizam informação com representação visual de forma majestosa e, por isso, são tão adorados e compartilhados pelos leitores. Esta categoria de post promove dinamismo de leitura devido ao visual chamativo e diferenciado. Mas atenção: é preciso ter um bom designer por trás da criação desse material para não dar um tiro no pé. E nunca se esqueça: precisa ser relevante.

  5. E-books
    Uma das melhores opções quando o objetivo é atrair leads, o e-book viabiliza que uma demanda seja melhor explorada. Para produzi-lo, pense que ele precisa ter, no mínimo, duas vezes mais texto que um post comum do blog. Uma dica, para assuntos muito extensos e detalhados, é dividir em subtemas numa série de postagens – e apenas no final disponibilizar o livro completo para ser baixado. Em relação ao design, lembre-se que é importante dividir em capítulos para tornar a leitura mais ágil, e abusar de fotos, ilustrações, gráficos etc. E-books podem ser liberados em diferentes extensões, mas o PDF é o mais utilizado.

  6. Vídeos
    Vídeos são a bola da vez. Investir neles é apostar não mais em uma tendência, mas em uma realidade já consolidada e de sucesso comprovado. Além de destacar a sua empresa/marca, são instrutivos e superinterativos. Uma boa dica é aliá-los aos outros formatos aqui relacionados, como forma de incrementar sua postagem e ainda melhorar o ranqueamento no Google.

  7. Webinars
    No item anterior, ressaltamos os vídeos como excelentes ferramentas para conteúdo informativo e participativo. Complementando essa ideia, temos os webinars, uma espécie de palestra ministrada por um especialista em tempo real, para um grupo de pessoas interessadas sobre determinado tema, que interagem por meio de um chat. Além de superinterativo, ainda geram leads e, ao fim da conferência, fica disponível no blog para que possa ser assistido por quem não pôde participar.

  8. Experiências
    Uma boa dica é compartilhar aprendizado com o seu público. Essa é uma ideia tão boa que aqui no nosso blog transformamos até em uma editoria. Para preparar posts dessa natureza, basta organizar sua experiência em algum projeto ou job específico e redigir a respeito. Para quem tem resistência a posts dessa natureza, com receio que possa atravancar o próprio negócio, já adianto que é um ledo engano, afinal a ideia é justamente enaltecer a reputação – e se opor a isso é se colocar contrário ao que prega o Inbound Marketing.

  9. Entrevistas
    Entrevista é uma boa forma de fazer networking e ainda aumentar o tráfego para o blog. Pode ser em formas variadas, como pergunta-resposta redigidas, podcast, vídeo etc., tudo depende do assunto abordado, da disponibilidade do entrevistado, além do interesse do seu público. O ideal é convidar personalidades referências e influenciadores no meio em questão para conseguir um conteúdo de qualidade. 

  10. Pesquisas
    Dados e estatísticas sobre seu mercado são sempre muito relevantes e atraem o público interessado. Uma pesquisa bem feita (sobre tendências, mercados, resultados etc.) que seja pertinente ao seu segmento também posiciona a sua empresa como especialista. Mas lembre-se: tomam tempo e por isso requerem empenho e planejamento – caso não tenha braço para isso, utilize de um instituto especializado.

Luciana Cecchini

Comunicação Corporativa

Jornalista, acumula mais de 20 anos de carreira com atuação in company, agência, impresso e on-line. Expertise em comunicação corporativa, publicações e marketing de conteúdo, além de projetos de endomarketing, gestão de crises e implementação de ações.